A "Invasora"

A “Invasora”

A Paulownia tomentosa é uma árvore deslumbrante, além do seu crescimento rápido e de ser melhoradora de solo, tem uma floração lilás que surpreende pela sua beleza. É precisamente por esta floração abundante e dos milhões de sementes que lança que, em certas regiões de alguns países, é considerada muito prolífera.

Esta situação não se aplica a Portugal continental (por alguma razão a Paulownia tomentosa é a única paulónia aceite como planta florestal pelo ICNF).

Para que germinem, as sementes da paulónia, precisam que estejam reunidas quatro condições capitais durante três/quatro semanas consecutivas, a saber:

  • temperaturas de 24ºC
  • humidade superior a 80%
  • exposição à luz solar
  • 14 horas de duração mínima do dia

Como facilmente se compreenderá, só em ambientes controlados (p.ex.: estufa) se consegue ter em simultâneo, durante tanto tempo, estes requisitos obrigatórios.

A ideia de que a Paulownia tomentosa será mais uma, das muitas, invasoras no nosso país é, pelas razões apresentadas, falsa e não tem fundamento.